09/10/2009

Ces são o colírio do meu ôiu.



Ces são o colírio do meu ôiu.
São o chiclete garrado na minha carça dins.
São a maionese do meu pão.
São o cisco no meu ôiu (o ôtro oiu - eu ten dois).
O limão da minha caipirinha.
O rechei do meu biscoito.
A masstumate do meu macarrão.
A pincumel do meu buteco.Nossinhora!
Gosto dimais da conta docêis, uai.
Ces são tamém:
O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscovdidente.
Óiproceisvê,
Quem tem amigos assim, tem um tisôru!
Eu guárdêsse tisouro, com todo carin,
Do Lado Esquerdupeito !!!Dentro do Meu Coração!!!

Paulo Master


Barrinha MaynaBaby

Não Perca



Perca a batalha, mas não desistas da guerra.

Perca a coragem, mas não perca a vontade de lutar.

Perca a paciência, mas não perca a sua dignidade e segure-se.

Perca o amigo, mas nunca a amizade.

Perca o medo, mas não a prevenção diante dos perigos.

Perca o sono, mas não a vontade de repousar.

Perca as esperanças, mas não a confiança em Deus.

Perca o bom senso, mas não fique ridículo.

Perca o humor, mas não a vontade de sorrir.

Perca o caminho, mas não a direção da sua vida.

Perca o emprego, mas não a vontade de trabalhar.

Perca o medo de amar, errar é aprender.

Perca o medo de falar, alguém vai te ouvir.

Perca o medo de ser feliz, arrisque-se.

Perca o medo de dizer o que sente, ninguém vai descobrir se você não falar.

Perca a fé, mas nunca a certeza de que Deus existe e é seu amigo sempre.

Perca o rumo de sua vida, mas encontre-se.

Perca um dia de sua vida, mas nunca a sua vida inteira.






Barrinha MaynaBaby

Vídeo não pode ser exibido.

AD