19/11/2010

Fim de semana tem programação especial pelo Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado em todo país no dia 20 de novembro, data em que Zumbi dos Palmares, o maior ícone da resistência negra no Brasil, foi morto. Para lembrar a causa, são promovidas diversas atividades dedicadas à reflexão, a maioria com entrada grátis ou a preços populares.
Na capital carioca, Elza Soares (foto) abre as homenagens com um espetáculo preparado especialmente para a data. A apresentação, batizada de Tulipa Negra, poderá ser conferida nesta sexta e sábado, no teatro Rival, e traz pérolas como Travessia (Milton Nascimento e Fernando Brant) e Se Eu Quiser Falar com Deus (Gilberto Gil).

A música negra continua dando o tom à programação no sábado. Na Marina da Glória, acontece mais uma edição do Baile Black, com shows do rapper Black Alien e do coletivo de DJs Eletrobase, entre outros. Além das atrações musicais, o local recebe uma pista de skate, duelo de b-boys, batalhas de MCs e exposição de grafite a partir das 16h. Já a Fundição Progresso será palco da festa Soul + Black, tradicionalmente comanda pelo DJ Marlboro e o MC Marcinho. Os grupos Farofa Carioca e Revelação participam desta edição especial.

Em Salvador, o Dia da Consciência Negra será comemorado no Wet'n'Wild com o festival República do Reggae, gênero conhecido por disseminar mensagens de paz. Na grade, estão a banda jamaicana The Congos e o cantor marfinês Alpha Blondy, junto com os brasileiros Edson Gomes, Ponto de Equilíbrio e Natiruts.

O samba, que também é uma expressão da cultura afrodescendente, será representado por Diogo Nogueira na mineira Uberlândia. O filho de João Nogueira sobe ao palco do Coliseu Hall no sábado em um show promovido pela prefeitura. Para assisti-lo, basta trocar um brinquedo novo com valor superior a R$ 10 pelo ingresso. Exposições, oficinas, mostra de dança, palestras, debates, exibições de filmes e uma corrida também estão na programação da Semana da Consciência Negra na cidade.

Já na capital paulista, a festa acontece na Praça da Sé, palco de grandes comemorações. A partir das 13h30 de sábado, invadem o local o cantor Chico César, a banda Funk Como Le Gusta e seus convidados e o bamba Arlindo Cruz ao lado de Oswaldinho da Cuíca e da dama do samba, Dona Ivone Lara. O Museu do Futebol, por sua vez, reservou a sala Copas do Mundo para encontros educativos às 11h e às 14h. A transformação social promovida pelo futebol e a inserção dos negros na sociedade brasileira são alguns dos temas que serão discutidos.


Barrinha MaynaBaby

18/11/2010

Jornalista culpa pobres por tráfego nas estradas

Um comentarista da afiliada da Globo em Florianópolis (SC), a RBS, Luís Carlos Prate, disse que a culpa do tráfego pesado nas rodovias é das pessoas mais pobres, que estão comprando carros demais. O comentário preconceituoso foi dito durante oJornal do Almoço e foi parar na internet.

- Hoje qualquer miserável tem um carro. O sujeito jamais lê um livro, mora apertado em uma gaiola, que hoje chama de apartamento, não tem nenhuma qualidade de vida, mas tem um carro.

O jornalista ainda criticou o governo por estimular a oferta de crédito para que pessoas de baixa renda comprem carros. Segundo ele, são estes novos motoristas os responsáveis por acidentes e mortes no trânsito.
A reação do público foi de indignação. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Paulo, Martin de Almeida Sampaio, afirmou que o comentário foi uma violação do direito fundamental de todos os cidadãos.

Já a antropóloga, Irene Maria Barbosa, entrevistada pelo Jornal da Record, disse que é absurdo culpar os mais pobres pelos acidentes no trânsito.

35 mil visitas do Toque


O blog ao Toque do Amor esta completando 35 mil visitas.

Parabéns Sandra pelas visitas no seu blog, você merece!!



Drogas eletrônicas na internet oferecem risco de dependência

Terror para os pais e fonte de curiosidade para adolescentes, as drogas lideram o posto de grande vilã da juventude. A cada geração, uma variedade diferente aparece na vida do jovem. A última delas - surgida nos Estados Unidos - vem assustando países Europeus e tem tudo para atingir o público brasileiro, tão habituado a aderir às novidades da internet: é a chamada e-drug, um droga sonora digital.
As e-drugs nada mais são do que sons diferentes emitidos em cada ouvido ao mesmo tempo, que provocam reações no cérebro capazes de deixar o usuário eufórico ou relaxado, de acordo com sua preferência.

Com sessões entre 15 e 30 minutos, as e-drugs são comercializadas em sites especializados e, sem efeitos em longo prazo comprovados cientificamente, ainda não foram proibidas em qualquer país.

"Estaos cada vez mais próximos de uma geração em que alguns indivíduos entrarão na dependência eletrônica", explica o neuroradiologista e coordenador do Instituto do Cérebro do Einstein, Dr. Edson Amaro Jr.

"O curioso é que esta frase pode parecer chocante para quem lê a respeito das e-drugs, mas pode não representar nenhuma novidade para quem conhece ou vive os efeitos da internet", afirma o médico.

"Porém, a questão das e-drugs é diferente do uso da internet. Não se trata da utilização de computadores na rotina diária e o seu impacto pessoal ou na sociedade, mas sim da utilização de sistemas computacionais que interagem com os sentidos e que seguem teorias de resposta cerebral", analisa.

As e-drugs são ondas sonoras simples e com diferentes graus de sofisticação. Na hora da utilização, geralmente são moduladas por algum outro estímulo - como a frequência respiratória ou cardíaca do usuário - e variam na cadência de algum parâmetro do processamento mental do indivíduo.

As drogas sonoras digitais funcionam como uma hipnose acústica, que pode levar alguns à sensação de prazer ou ser considerada bastante chata por outros - o mesmo que acontece com algumas drogas químicas leves, como a maconha.

Riscos

Sim, eles existem. "Certamente qualquer estímulo repetitivo aplicado com rotina poderá ser, em grau maior ou menor, uma fonte de dependência", afirma o neuroradiologista.

"As e-drugs são uma descoberta cujos efeitos ainda permanecem sem o conhecimento científico e que começam a ser utilizadas em larga escala. E merecem atenção porque, como qualquer outra novidade na internet, têm velocidade de expansão assustadoramente rápida", conclui.

Saiba mais....

Destaque

Sou destaque no blog Cantinho do aconchego, fiquei muito feliz mesmo estando um pouco afastada minhas amigas não me esquecem, obrigada Sônia pelo carinho.


Vídeo não pode ser exibido.

AD