30/04/2009


Ganhei selinho com meme da Danubia do blog http://danubiaservadoaltissimo.blogspot.com/ obrigada pelo carinho
Regras
1-escrever uma lista com 8 características suas
2-Convidar 8 parceiros(as) de blogs amigos para responder....
3-Comentar no blog de quem nos convidou.
4-Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da “convocação”...
5-Mencionar as regras.
*sou amiga,carinhosa e boa mãe;
*estou sempre pronta a ajudar;
* Gosto de ensinar o que sei;
*Gosto de Internet;
*Amo a minha família;
*gosto muito de ler e estudar;
*Gosto de ir a Igreja;
*Gosto de estar com minha familia;

blogs que vou repassar esse selo:
http://ingridnaftalina.blogspot.com/


Barrinha MaynaBaby

Virada Cultural 2009


São Paulo realiza a 5ª Virada Cultural nos dias 2 e 3 de maio
A já tradicional Virada Cultural da cidade de São Paulo será realizada no próximo final de semana. A 5ª edição do evento terá centenas de atrações, entre elas, Tom Zé, Marcelo Camelo, Maria Rita, Novos Baianos, Odair José, Wando e CPM22.
O evento, que tem 24 horas de duração, começa às 18h do sábado (2/5). A previsão é de que o público supere a edição anterior (realizada em abril de 2008), que teve aproximadamente 4 milhões de visitantes, segundo a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.
Cerca de 330 mil turistas são esperados em 2009. Ao todo, serão mais de 800 atrações espalhadas pelos 150 palcos do evento.
Saiba Mais...

Barrinha MaynaBaby

28/04/2009

Presentes

Recebi da Jan do Blog Fantasia o presente do dia das Mães
e um ursinho tão lindo! visitem a Jan.



Barrinha MaynaBaby




Barrinha MaynaBaby


Mais um presente do dia das mães este veio do Blog Unidas Pelo Amor obrigada pelo carinho.



Barrinha MaynaBaby

Destaque

Recebi o Selo de Destaque no Blog Unidas Pelo Amor, fiquei muito feliz,

obrigada amigas pelo carinho, recomendo uma visita neste blog maravilhoso


Barrinha MaynaBaby

27/04/2009

Presentes

A minha amiga Ritinha me ofereceu este lindo Prêmio, agradeço e façam uma visita no blog da minha amiga.



Barrinha MaynaBaby




24/04/2009

Mãe


Mãe carinhosa, mãe dengosa
Mãe amiga, mãe irmã
Mãe sem ter gerado é a mãe de coração
Mãe solidão,
Mãe de muitos, mãe de poucos
Mãe de todos nós, Mãe das mães
Mãe dos filhos
Mãe-pai: duas vezes mãe
Mãe lutadora e companheira
Mãe educadora, mãe mestra
Mãe analfabeta, sábia mãe
Mãe dos simples e dos pobres
Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm
Mãe do silêncio, mãe comunicação
Mãe dos doentes e dos sãos
Mães dos que plantam e dos que colhem
Mãe de quem nada fez e de quem compra feito
Mãe de quem magoou e de quem perdoou
Mãe rica, mãe pobre
Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram
Mãe dos guerreiros e dos guerreados
Mãe que sorri, mãe que chora
Mãe que abraça e afaga
Mãe presente, mãe ausente
Mãe do sagrado, mãe da luz
Mãe de Jesus e mãe nossa.
Mãe, simplesmente mãe.

Autor:M.V.F.





Barrinha MaynaBaby

22/04/2009

Presentes

Recebi esse lindo Award da minha nova Amiga Ritinha, obrigada e aconselho uma visita.








Barrinha MaynaBaby

17/04/2009

DOZE CONSELHOS PARA TER UM INFARTO FELIZ!!!

Recebi por email, e achei que seria legal postar é um alerta para pensarmos o que estamos fazendo com nossas vidas.
Dr. Ernesto Artur - Cardiologista
Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente.
1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias.
2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.
3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.
4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.
5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.
6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.
7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, ISSO É BESTEIRA. Tempo é dinheiro.
8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro, enferruja!!. .rs)
9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo. Afinal,você é insubstituível!
10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego está faltando, surge àquela dor de estômago, a cabeça não anda bem. Simples, tome logoestimulantes, energéticos e antiácidos. Eles vão te deixar tinindo, novinho em folha.
11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.
12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis. Repita sempre para si:
Eu não perco tempo com bobagens.
AGORA É SÉRIO OS ATAQUES DE CORAÇÃO
Uma nota importante sobre os ataques cardíacos. Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo (direito). Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes. Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam não se levantaram. Mas a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.. Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse, pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro.. NÃO SE DEITE !!!! Um cardiologista disse que, se cada pessoa que ler esse textol, e o enviar a 10 pessoas, pode ter a certeza de que se salvará uma vida!
TENHA UMA BOA VIDA!

Barrinha MaynaBaby

16/04/2009

Fiquei muito feliz e orgulhosa ao entrar no meu blog e ver o recadinho da Mary do blog Fada de Outono, me comunicando que sou destaque , é o meu primeiro selo de destaque e vou guardá-lo com muito carinho, obrigada Mary.


Barrinha MaynaBaby


Barrinha MaynaBaby

Presente

Recebi mimos e o selo de 24 mil visitas da minha amiga Jan do blog Fantasia, parabéns amiga esses números representam o quanto é querida por todos.



Barrinha MaynaBaby





Barrinha MaynaBaby



Barrinha MaynaBaby

09/04/2009

Advogado

Um jovem advogado, recém-formado, montou um luxuoso escritório num prédio de alto padrão na Avenida Paulista e botou na porta uma placa dourada:
Dr Antônio Soares - Especialista em Direito Tributário.
No 1º dia de trabalho, chegou bem cedo, vestindo o seu melhor terno,
sentou-se atrás de sua escrivaninha, e ficou aguardando o primeiro cliente. Meia hora depois batem à porta. Ele pede para a pessoa entrar e sentar-se, rapidamente apanha o telefone do gancho e começa a simular uma conversa:
- Mas é claro, Sr. Mendonça, pode ficar tranqüilo! Nós vamos ganhar
essa causa! O juiz já deu parecer favorável!...- Sei, sei... Como? Ah, os meus honorários? Não se preocupe! O senhor pode pagar os outros 50 mil na semana que vem!...
- É claro!... O que é isso, sem problemas!... O senhor me dá licença
agora que eu tenho um outro cliente aguardando... Obrigado... Um
abraço!
Bate o fone no gancho com força e diz:
- Bom dia, o que o senhor deseja?

- Eu vim instalar o telefone !!!


Barrinha MaynaBaby

Páscoa

Olha! que chique, ganhei um ovo personalizado da minha amiga Jan, obrigada adorei!


Barrinha MaynaBaby

Páscoa


A minha amiga Rosa Eliza, me ofereceu este lindo cartão de páscoa, obrigada pelo carinho.





Barrinha MaynaBaby

06/04/2009

Páscoa Judáica

O terceiro livro da bíblia, Levítico, escrito por Moisés, conta que a páscoa originou-se com a consagração das primícias, onde era apresentado a Deus o resultado das plantações, as boas colheitas.
A páscoa ficou conhecida como o nascimento da liberdade do povo judeu. Deus queria a libertação de seu povo, que não era aceita pelo faraó do Egito. Como forma de puni-lo, Deus exterminou todos os filhos primogênitos das famílias egípcias, inclusive o filho do faraó, que se revoltou e ordenou que seus soldados matassem o povo judaico.
Assim, a páscoa ganha o sentido de libertação diante da morte, quando na fuga desse povo, Moisés abre o mar vermelho, com seu cajado, tornando possível a passassem dos hebreus para o lado da Terra prometida.
O termo páscoa tem origem do hebraico (Pessach), que significa passagem, estando também relacionado às celebrações pagãs da passagem dos períodos entre o inverno e a primavera.
Sendo uma festa familiar, um dia antes de sua comemoração é feita uma limpeza nas casas, tirando tudo aquilo que pudesse prejudicar os princípios judaicos.
A principal celebração feita pelos povos judeus é o jantar em família (Seder), onde aparecem os alimentos que têm grande importância na
cultura desse povo. Esse jantar serve ainda para ensinar as gerações mais novas a “Torah”, sobre os três principais alimentos da refeição: o cordeiro, os pães e as ervas amargas.
O cordeiro (pesah) "é o sacrifício da páscoa de Jahwé, que passou as casas dos filhos de Israel no Egito, quando feriu os egípcios e livrou nossas casas." (Ex 12,27).
O pão ázimo (matsah) que foi feito às pressas, antes da fuga do Egito, "E cozeram bolos ázimos da massa que levaram do Egito, porque ela não tinha levedado, porquanto foram lançados do Egito; e não puderam deter-se, nem haviam preparado comida." (Ex. 12,39), ensinando às novas gerações que assim como o fermento enche o pão de ar, tornando-o imperfeito, que este também causa ao homem as imperfeições morais e negativas, tornando-o cheio de vaidades e vazios.
Já as ervas amargas (maror), "Assim lhes amargurava a vida com pesados serviços em barro e em tijolos, e com toda sorte de trabalho no campo, enfim, com todo o seu serviço, em que os faziam servir com dureza." (Ex. 1,14), pela vida amarga, pelo sofrimento causado durante o trabalho escravo.

Páscoa Cristã


A páscoa cristã comemora a morte e a ressurreição de Jesus, ressurreição que aconteceu três dias depois da sua crucificação.
Como não se sabe exatamente o dia da ressurreição, comemoramos a páscoa no primeiro domingo depois da lua cheia, que ocorre entre os dias 21 de março e 25 de abril, chamada data do equinócio. São diversas as formas de celebrar a páscoa. Cada região simboliza a páscoa de uma forma.
Seus símbolos são:
- O cordeiro, que simboliza Jesus sendo morto por seu rebanho;
- A cruz, que simboliza o sofrimento de Jesus;
- O pão e o vinho, que simbolizam a vida eterna;
- O ovo, que simboliza o novo nascimento;
- O coelho, que simboliza a nova geração de fiéis;
- O círio simboliza a luz do
mundo, que é Deus;
- O girassol, que simboliza a busca do
homem pela luz;
- A colomba pascal, que simboliza a vinda do Espírito Santo;
- O sino, que simboliza a
alegria e a celebração pela ressurreição de Jesus.

Barrinha MaynaBaby

05/04/2009

Símbolos da Páscoa

A páscoa é um evento cristão em comemoração à ressurreição de Cristo, é considerada a maior celebração religiosa. Como Cristo renasceu, acredita-se que todos nós teremos vida eterna.
Na sexta-feira santa, Jesus Cristo foi crucificado e morto por soldados romanos após sofrer fortes espancamentos. O caminho pelo qual Jesus passou carregando sua própria cruz é conhecido como via sacra.
Existem alguns símbolos que marcam a comemoração da páscoa e apresentam um significado específico; os principais são: o cordeiro, o sino, o círio pascal, o girassol, o pão e o vinho e a colomba pascal.
O cordeiro foi sacrificado em homenagem à libertação do povo de Deus, os hebreus, pois fugiram do Egito onde eram escravizados. Moisés sacrificou um animal para representar o sacrifício de seu povo durante vários anos. Para os Cristãos, o cordeiro representa Jesus Cristo, crucificado e sacrificado por nossos pecados.
Como muitas igrejas possuem sinos, este também se tornou um símbolo da páscoa, pois seu som festivo anuncia o ressurgimento de Jesus, sua ressurreição no domingo de páscoa.
O círio pascal é uma vela acesa, que significa o renascimento, a luz de Cristo que ilumina nossos caminhos e nossas vidas, tendo Ele ressuscitado das trevas. No círio pascal aparecem os símbolos alfa e ômega, demonstrando que Deus é o princípio e o fim de tudo.
O girassol é a forma de mostrar que a humanidade deve seguir a luz de Deus, assim como essa flor segue a luz do sol; onde quer que o sol esteja a flor está voltada para o seu lado.
O pão e o vinho se tornaram figuras importantes na páscoa, pois Jesus sabia que passaria por todo aquele sofrimento e que morreria na cruz. Assim, chamou seus discípulos e fez a santa ceia, oferecendo pão e vinho para os mesmos. O evangelho segundo Lucas explica essa passagem: "E, tomando um pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da Nova Aliança [ou Novo Pacto] do meu sangue derramado em favor de vós." (Lucas 22:19-20). Esses elementos passaram a ser considerados como o corpo e o sangue de Cristo em busca da vida eterna.
A colomba pascal é um pão no formato de uma pomba, criado por um confeiteiro do norte na Itália, representa a vinda do Espírito Santo sobre os povos cristãos, além de ser um símbolo de paz, que representa a paz em Cristo.

Barrinha MaynaBaby

Historia da Páscoa

Desde o mundo antigo, a páscoa consiste em uma das mais importantes datas do calendário de festividades do mundo cristão. Sua mais conhecida conotação religiosa se vincula aos três dias que marcam a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Entretanto, muitos estudiosos tentam dar outra interpretação a esse fato, trazendo uma consideração, uma visão menos denotativa à história da ressurreição. Em uma perspectiva histórica da formação das crenças cristãs, alguns estudiosos apontam que o cristianismo, ao florescer em sociedades marcadas pelo politeísmo e por várias narrativas míticas, acabou incorporando a ideia de imortalidade presente em outras manifestações religiosas. De acordo com os pesquisadores M. Goguel, C. Guignebert, e A. Loisy, a morte trágica seguida do processo de ressurreição vinculada a Jesus em muito se assemelha às histórias de outros deuses como Osíris, Attis e Adônis. Estudos mais recentes apontam que essa associação entre a páscoa cristã e outras narrativas mitológicas está equivocada. A própria concepção de mundo e as funções pelas quais o processo de morte e ressurreição assumem nas crenças orientais e greco-romanas não podem ser vistas da mesma maneira que na construção do ideário cristão. O estudioso A. D. Nock aponta para o fato de que no cristianismo a crença na veracidade da história bíblica é uma chave fundamental de seu pensamento ausente na maioria das religiões que coexistiram na Antiguidade. Interpretações mais vinculadas à própria cultura judaica e à narrativa Bíblica apontam a Páscoa como uma nova resignificação da festividade de libertação dos hebreus do cativeiro egípcio. Nessa visão, a libertação do cativeiro, enquanto um episódio de redenção do povo hebreu, se equipararia à renovação do Cristo que concedeu uma nova esperança aos cristãos. Apesar de a narrativa bíblica afirmar que o episódio da ressurreição foi próximo à festa judaica, a definição do dia da Páscoa causou uma contenda junto aos representantes da Igreja. No ano de 325, durante o Concílio de Niceia houve a primeira tentativa de se estabelecer uma data que desse fim às contendas com respeito ao dia da Páscoa. Mesmo tentando resolver a questão, só no século XVI – com a adoção do calendário gregoriano – as dificuldades de se precisar a data da páscoa foram amenizadas. A data ficou estipulada no primeiro domingo, após a primeira Lua cheia do Equinócio da Primavera, entre os dias 21 de março e 25 de abril. Mesmo sendo alvo de tantas explicações e contendas, a Páscoa marca um período de renovação entre os cristãos, onde a morte de Jesus deve ser lembrada com resignação e alegria. Ao mesmo tempo, traz aos cristãos a renovação de todo um conjunto de valores fundamentais à sua prática religiosa.

Barrinha MaynaBaby

04/04/2009

Coelho de Páscoa


Na Antiguidade, os povos escolheram a lua para determinar a data da páscoa. Como o coelho era tido como um símbolo da lua passou também a ser considerado um símbolo da páscoa.
Os coelhos são mamíferos, roedores, que se reproduzem de forma rápida, tendo grande fertilidade. O seu período de gestação não passa de quarenta dias, tornando-se símbolo da preservação da espécie. Para os cristãos, a páscoa é marcada pela ressurreição de Cristo, pelo Seu renascimento, pelo surgimento de uma vida nova. Além disso, a sexta-feira santa é a data assinalada pelo seu sofrimento, pela sua crucificação.Existem algumas curiosidades sobre a história do coelho da páscoa. Na Alemanha, as crianças esperam ovos dos coelhos. As crianças tchecas confiam que os presentes são ofertados por uma cotovia (ave campestre). Na Suíça, são os cucos que levam os ovos de presente e, no Brasil, a tradição do coelho, que veio no final do século XIX.
Outra história põe sentido à tradição do coelho representar um símbolo da páscoa, uma vez que este simboliza a igreja. A igreja tem a missão fecunda de propagar os ensinamentos cristãos, a palavra de Deus, para todos os povos; sem distinção, ou seja, aumentar a quantidade de discípulos da mesma. Assim, uma grande quantidade de
pessoas é representada pela fertilidade do coelho.
Há uma lenda que marca a história do coelho da páscoa. Conta a mesma que uma mulher pobre, que não tinha como presentear seus filhos no domingo de páscoa, cozinhou alguns ovos de galinha e os pintou. Ela teve a ideia de colocá-los dentro de um ninho e escondê-los no quintal da casa, entre as plantas. Quando as crianças encontraram os ovos, um coelho apareceu por perto e fugiu; as crianças acreditaram que o mesmo havia colocado os ovos para elas, assim a história se propagou.




Barrinha MaynaBaby


Ovos de Páscoa

Até o século XV não existiam registros nem costumes ligados à Páscoa, mas popularmente se diz que os primeiros povos a presentear com ovos foram os missionários e os cruzados, na Europa ocidental.
Povos medievais pintavam os ovos de vermelho para representar o sangue de Jesus Cristo.
Com isso, os cristãos passaram a adotar a ideia, que se tornou uma tradição de sua cultura.
Porém, a China também tinha o hábito de presentear com ovos de pata, pintados, como celebração à vida. Mas estes não eram cozidos, não eram para o consumo.
O ovo se tornou símbolo da vida em razão da sua capacidade vitalícia. De dentro de uma casquinha tão frágil, recheada de clara e gema, sai um ser vivo. Através da ciência, foi comprovado que é uma célula e, portanto, origina vida.
No antigo Egito, na Grécia, em Roma e na Pérsia, era comum o consumo de ovos cozidos durante as festividades. Um marco desse costume era a chegada da primavera, onde as
pessoas os pintavam com flores e elementos da natureza, para dar de presente.Ao longo dos anos, o ovo passou a ser reconhecido como o princípio da vida, um elemento cristão que representa a ressurreição de Jesus Cristo.
O rei da Inglaterra, Eduardo I, passou então a presentear a realeza com ovos banhados a ouro e decorados com pedras preciosas.
Curiosamente, as pessoas foram mudando os ovos, dando a eles características mais bonitas e ricas, além de recheios saborosos, para presentear os entes queridos.
Somente no século XVII surgiram ovos mais interessantes, como os recheados de chocolate e bombons.
A primeira fábrica de chocolates surgiu em 1819, criada por François Louis Cailler. Mas somente no século XX, em 1960, que surgiram os primeiros ovos industrializados, feitos de plástico, também recheados de bombons e chocolates.
Com o passar dos anos, com a criação do comércio e a obtenção de lucro, foi que o produto ganhou aperfeiçoamento e qualidade, tornando-se mais saboroso e com recheios mais variados.
Hoje em dia podemos encontrar uma grande diversidade de ovos, a fim de agradar os mais diversos gostos. Existem ovos para crianças, recheados com brinquedinhos; ovos para casais, recheados com bombons de morango e em formato de coração; ovos personalizados, recheados com presentes especiais; dentre outros. O importante é não esquecer que o ovo é símbolo da ressurreição de Cristo, que representa a vida e por isso faz parte da festa da páscoa.

Barrinha MaynaBaby

03/04/2009

Teatro: Dia 12 no Centro Cultural de Caieiras.


Almas Suspeitosas Texto: Hermano Leitão e Edson Navarro. Direção: Hermano Leitão. Com: Alexandre Ferreira, Daniela Dams, Dill Pires, Eiki Sasaki, Letícia Lavel, Neiva Maria, Mario de la Rosa, Yunes Chami. Comédia onde fé demais não cheira bem. Igreja Evangélica instala-se em frente a uma Igreja Católica e provoca concorrência de fiéis. O caso pára na Vara de uma juíza judia, que se vale de uma mãe de santo para dar sentença.

CENTRO CULTURAL DIA 12 DE ABRIL AS 18 HORAS- Ingresso: 1 kg. de alimento não perecível.

Dramaturgia Almas Suspeitosas é uma comédia onde fé demais não cheira bem. O que se passa por debaixo de batinas e vestes ministeriais é o pano de fundo para uma história de amor. Ao invés de oposição das famílias, a peça enfoca a rivalidade entre igrejas contra a comunhão entre fiéis de diferentes crenças. São três atos mediados por corais. No primeiro, o conflito da vizinhança indesejada entre católicos e evangélicos se desenvolve em paralelo à apresentação do estilo de cada igreja, além do móvel amoroso real da disputa. No segundo ato, o marketing evangélico é exposto para criar a tensão cômica do espetáculo. No terceiro, a pendenga é resolvida com a sentença salomônica de uma juíza judia, que considera relevante o depoimento de uma mãe de santo, pois ela cobra mais barato que o padre e o pastor para tirar o capeta do corpo dos fiéis.

Comentários sobre a peça O clip da peça de Almas Suspeitosas (http://www.you-tube.com/watch?v=T-ioerv-Uss) bomba no Youtube,mais de 1500 acessos em menos de duas semanas e registra diversos “honors” – já chegou a ser o nº 1 dos "vídeos do “Brazil”. Internet a fora a peça recém lançada já traz aproximadamente 400 páginas na pesquisa do Google. Jornais, blogs e revistas on-line destacam a estréia de junho no Teatro Centro da Terra. (publicado em maio/2008)

A exibição da peça tem o apoio da Secretaria de Cultura do Municipio de Caieiras/Prefeito Roberto Hamamoto e Vice Gersinho




Barrinha MaynaBaby

A origem do ovo de páscoa

Na Páscoa, a celebração da morte e ressurreição de Cristo serve como um momento especial para que os cristãos reflitam sobre o significado da via e do sacrifício daquele que fundou uma das maiores religiões do mundo. Contudo, muitos não conseguem visualizar qual a relação existente entre essa celebração de caráter religioso com o hábito de se presentear as pessoas com ovos de chocolate.Para responder a essa pergunta, precisamos voltar no tempo em que o próprio cristianismo estava longe de se tornar uma religião. Em várias antigas culturas espalhadas no Mediterrâneo, no Leste Europeu e no Oriente, observamos que o uso do ovo como presente era algo bastante comum. Em geral, esse tipo de manifestação acontecia quando os fenômenos naturais anunciavam a chegada da primavera.Não por acaso, vários desses ovos eram pintados com algumas gravuras que tentavam representar algum tipo de planta ou elemento natural. Em outras situações, o enfeite desse ovo festivo era feito através do cozimento deste junto a alguma erva ou raiz impregnada de algum corante natural. Atravessando a Antiguidade, este costume ainda se manteve vivo entre as populações pagãs que habitavam a Europa durante a Idade Média.Nesse período, muitos desses povos realizavam rituais de adoração para Ostera, a deusa da Primavera. Em suas representações mais comuns, observamos esta deusa pagã representada na figura de uma mulher que observava um coelho saltitante enquanto segurava um ovo nas mãos. Nesta imagem há a conjunção de três símbolos (a mulher, o ovo e o coelho) que reforçavam o ideal de fertilidade comemorado entre os pagãos.A entrada destes símbolos para o conjunto de festividades cristãs aconteceu com a organização do Concilio de Niceia, em 325 a.C.. Neste período, os clérigos tinham a expressa preocupação de ampliar o seu número de fiéis por meio da adaptação de algumas antigas tradições e símbolos religiosos a outros eventos relacionados ao ideário cristão. A partir de então, observaríamos a pintura de vários ovos com imagens de Jesus Cristo e sua mãe, Maria.No auge do período medieval, nobres e reis de condição mais abastada costumavam comemorar a Páscoa presenteando os seus com o uso de ovos feitos de ouro e cravejados de pedras preciosas. Até que chegássemos ao famoso (e bem mais acessível!) ovo de chocolate, foi necessário o desenvolvimento da culinária e, antes disso, a descoberta do continente americano.Ao entrarem em contato com os maias e astecas, os espanhóis foram responsáveis pela divulgação desse alimento sagrado no Velho Mundo. Somente duzentos anos mais tarde, os culinaristas franceses tiveram a ideia de fabricar os primeiros ovos de chocolate da História. Depois disso, a energia desse calórico extrato retirado da semente do cacau também reforçou o ideal de renovação sistematicamente difundido nessa época.
Por Rainer Sousa
Graduado em História

Barrinha MaynaBaby

Páscoa



Páscoa é uma festa que possui três significados.
No cristianismo, a páscoa é a celebração da ressurreição de Jesus.
Para os judeus, a páscoa celebra o fim da escravidão dos hebreus no Egito.
Para os grupos pastoris de antigamente, a páscoa era a festa que invocava a proteção de Deus durante a travessia de Canaã para a região das planícies mais férteis.

Barrinha MaynaBaby

Presentes de Páscoa

Recebi este selo de Páscoa, lindo demais da amiga Betty blue , agradeço o carinho



Barrinha MaynaBaby
Este Selo veio do Blog Suave Encanto, muito fofo! Obrigada Yvone.


O Suave Encanto deseja a todos uma Feliz Pascoa


Barrinha MaynaBaby

Vídeo não pode ser exibido.

AD